PAMBAZUKA NEWS 110

Movimentos Sociais e organizações da sociedade civil urgem uma imediata suspensão das acções da JICA ao ProSavana e exige acções imediatas de revisão dos seus procedimentos, reconhecimento dos seus erros, reparo aos danos causadas às vítimas e à sociedade moçambicana.

 

Certos analistas e pensadores de movimentos populares chamariam isso de golpe dentro do golpe. Embora se entenda o alcance dessa formulação, o que realmente significaria a destituição de Temer, uma marioneta dos reais “golpistas”, para a democracia brasileira e para as agendas de luta dos movimentos populares?

PAMBAZUKA NEWS 109

A Campanha Não ao ProSAVANA, um movimento social que luta contra o maior programa de desenvolvimento agrário em Moçambique, emite um urgente comunicado em repúdio à tentativa de "redesenho" do Plano Director do ProSAVANA. Segundo o comunicado - que segue na íntegra - "os governos de Moçambique, Brasil e Japão avançam com o processo de “Redesenho” do Plano Director, conforme se pode verificar no Comunicado do Mecanismo de Coordenação da Sociedade Civil para o Desenvolvimento do Corredor de Nacala (MCSC-CN) lançado no passado dia 28.10.2016, que traz informações problemáticas de como será conduzido o processo de revisão do Plano Director e as auscultações públicas.

PAMBAZUKA NEWS EDIÇÃO EM PORTUGUÊS 103: Vale e Jindal julgadas na Swazilândia por danos ambientais e violação de Direitos Humanos

A 9 de agosto, deu-se uma manifestação festiva em Montreal, no Canadá, com a abertura da 12ª edição do Fórum Mundial (FSM). É a primeira vez, desde que se estreou em 2001, em Porto Alegre, que o FSM se realiza no «norte desenvolvido». Vários milhares de participantes lançaram assim este encontro internacional, em que o movimento altermundialista não só reflete sobre as suas utopias estratégicas, como também partilha os seus desafios locais/diários e interpelações de fundo. E questiona-se sobre o seu próprio futuro.

Nos próximos dias 16 e 17 de Agosto várias corporações operando em diversas áreas na África Austral, com destaque para o sector da mineração, serão levadas a “julgamento” por violação de Direitos Humanos e danos ambientais no âmbito do Tribunal Permanente dos Povos sobre Corporações Transnacionais. O tribunal decorre em Manzini, Swazilândia, na esfera da cúpula dos povos da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) que acontece em paralelo à cimeira anual dos chefes de Estado e de governos da região.

A Renamo, maior partido da oposição em Moçambique, enviou uma carta à Presidência da República a impor condições para o cessar-fogo. José Manteigas, chefe da delegação da Renamo na comissão mista, que junto dos mediadores internacionais prepara o (des)encontro entre Afonso Dhlakama e o Presidente da República, recusou revelar os detalhes do documento, alegando que não podia fazê-lo virtude do decurso das negociações em curso, mas adiantou que tudo depende da responda do Chefe de Estado, Filipe Nyusi.

Januário José Domingos, o juiz que está a ser alvo de um processo disciplinar instaurado pelo Conselho Superior da Magistratura Judicial (CSMJ), por ter ordenado a prisão dos chamados “revús”, admite ter sido usado e servido de “bode expiatório”.

As medidas do Governo de Filipe Nyusi, assim como do Banco de Moçambique, para repor a estabilidade do metical não estão a surtir efeito: o dólar norte-americano ultrapassou os 77 meticais nesta terça-feira (08) e o rand foi vendido acima dos 5,2 meticais no mercado paralelo de divisas. É uma depreciação de quase 100% comparativamente a Agosto de 2015 quando a moeda norte-americana estava cotada a 40 meticais e a divisa da África do Sul custava 3 meticais.

Há uma forte corrente de opinião em Moçambique que defende que a crise da chamada dívida oculta é resultado da fraca soberania financeira do estado. Por conseguinte, ela deve servir de factor e de oportunidade para se repensar e reclamar esta tão necessária soberania. Esta corrente sugere ainda que esta dívida, e as suas consequências, como o congelamento de novos desembolsos ao orçamento do estado, por parte dos parceiros internacionais são, na verdade, consequência da incapacidade de produção interna. Se Moçambique fosse auto-suficiente não teria sido obrigado a recorrer à divida externa para financiar as suas necessidades de desenvolvimento, incluindo para financiar a guerra. Este argumento sugere que para se sair do imbróglio em que nos encontramos deve-se aplicar a simples fórmula do aumento da produção interna.

Tagged under: 103, Economics, Fredson Guilengue*

Aumenta a pressão sobre o Presidente Jacob Zuma. O partido que domina a política sul-africana desde o fim do apartheid continua a ter mais votos, mas está em risco de perder importantes centros urbanos para a oposição.

Num país democrático, o momento das eleições é o mais importante, pois é aí que o povo escolhe quem quer para governar, e expulsa aqueles que governaram mal. A democracia permite fazer revoluções de cinco em cinco anos, sem pegar em armas, apenas com canetas e papel. É por isso que muitas vezes se chama às eleições “a festa da democracia”.

PAMBAZUKA NEWS EDIÇÃO EM PORTUGUÊS 102: Um FSM para sonhar um outro mundo necessário e reatualizar os desafios

Nos últimos 15 anos, o programa de reforma fundiária que se desenvolveu no Zimbabwe corrigiu as desigualdades fundiárias coloniais e já serve de exemplo para os países vizinhos, como modelo de democratização da detenção de terra e participação económica alargada.

Pambazuka News 101 : Enseignements de l'Histoire africaine et résistance contemporaine

Os veteranos de guerra associaram-se às manifestações de protesto cujo tom tem vindo a crescer no Zimbabwe. O alvo dos protestos é o Governo do Presidente Robert Mugabe e a acusação de políticas falhadas dirige-se ao partido na liderança, o ZANU-PF (União Nacional Africana do Zimbabwe), publicou o site zimbabweano DailyNews.

Na tarde desta quarta-feira (7), mais uma militante do Conselho de Organizações Populares e Indígenas (COPINH) foi assassinada em Honduras, evidenciando o aumento da violência e da repressão contra os movimentos populares no país centro-americano.

O jornal independente The Post foi fechado pelo governo da Zâmbia a cerca de um mês das eleições presidenciais do país africano. Os editores da publicação foram presos, sob acusação de não pagamento de impostos. Organizações sociais internacionais denunciam perseguição política e atentado à liberdade de imprensa.

O deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara dos Deputados, renunciou ao cargo na tarde desta quinta-feira (7). No anúncio, o parlamentar afirmou que tomou a decisão para não prejudicar os trabalhos legislativos. No meio político, entretanto, a saída é avaliada como uma maneira de salvar seu mandato.

Isabel dos Santos, presidente do Conselho de Administração da Sonangol, deverá enquadrar nas próximas semanas cerca de 120 portugueses em posições estratégicas na empresa, no âmbito do seu projecto de reestruturação da petrolífera nacional.

As mães de 13 dos activistas do Processo 15+2 entregaram hoje uma petição ao chefe do Serviço de Inteligência e Segurança e Militar (SISM), general António José Maria “Zé Maria”, a apelar à sua consciência moral no sentido de pôr termo a alegadas “invenções” de acusações contra os seus filhos, em particular contra o tenente Osvaldo Caholo.

Nestes últimos dias de libertações felizes, uma das grandes questões que se colocam é saber se a Justiça angolana se corrigiu por pressão de quimbandas, por influência de pressões internacionais ou se, pelo contrário, funciona segundo os critério próprios de um Estado de direito democrático.

Tagged under: Human Security, Rui Verde

Não foi motivo para euforia, mas foi celebrado. Depois de terem sido presos há um ano, activistas podem agora circular livremente nas ruas. Estão em liberdade, sob termo de identidade e residência.

Não foi motivo para euforia, mas foi celebrado. Depois de terem sido presos há um ano, activistas podem agora circular livremente nas ruas. Estão em liberdade, sob termo de identidade e residência.

O que significa o Brexit para a África? Esta análise reflecte sobre os impactos que traz a saída dos británicos da União Europeia para a África.

De certeza nada de novo. Nada que relance a esperança de mudança e um futuro diferente. Porque, para Moçambique, mudar significa o rompimento com o falso relacionamento paternalista existente entre Governo da Frelimo e o povo. Contudo, os moçambicanos, na sua maioria alienada/domesticada e despojada de consciência crítica, preferem continuar a respeitar, aceitar e viver o passado, em vez de respeitarem o passado, aceitarem o futuro e viverem o presente.

Foi lançada nesta quarta-feira(06) a estratégia de inclusão financeira de Moçambique, uma iniciativa do Banco Mundial com apoio da Holanda, que exclui as mulheres, os jovens e os agricultores moçambicanos numa clara contradição com o discurso do executivo de Filipe Nyusi que afirma estar “empenhado no desenvolvimento de medidas visando promover maior disponibilidade e acessibilidade de produtos e serviços financeiros de qualidade e adequados às necessidades da maioria da população moçambicana”.

PAMBAZUKA NEWS EDIÇÃO EM PORTUGUÊS 100: Marcha Popular pela Esperança em Moçambique | Britânicos votam pelo afastamento

"Brexit" vence referendo com 52% dos votos, segundo resultados provisórios. Libra cai para valores mínimo em 31 anos.

Um memoradum confidencial do banco Credit Suisse indica que o custo de todos os meios necessários assim como das operação e dos serviços que a Proindicus e a Mozambique Magement Asset (MAM) propuseram-se a realizar estavam orçados em 372 milhões de dólares norte-americanos porém, as duas empresas estatais, contraíram empréstimos, avalizados ilegalmente pelo Estado, no valor de 1,157 bilião de dólares norte-americanos para efectuar as mesmas actividades, que até ao presente não materializaram. Em quê foram usados os 785 milhões de dólares remanescentes?

O título resume o sentimento transmitido por centenas de pessoas que participaram na marcha que se realizou no passado dia 18 de Junho na cidade de Maputo, bem como por milhares de cidadãos que se aproximaram aos organizadores e manifestante ao longo do percurso e através da comunicação social e redes sociais.

Em Julho de 2015, o antigo governo da Guiné-Bissau liderado por Domingos Simões Pereira, na pessoa do seu ministro das finanças, Geraldo Martins, contraiu secretamente um crédito na ordem de 34 mil milhões de francos CFA ($57,81 milhões de dólares) para a limpeza da carteira de créditos privados mal parados. Em outras palavras, o governo transferiu as dívidas privadas de um grupo de pessoas, para o povo guineense. Esta é uma operação desnecessária e incoerente, porque de um lado, o aumento da dívida pública pode ter impacto negativo no crescimento económico.

Tagged under: 100, Economics, Lassana Mané*

A cada dia que passa parece que o já sofrido povo moçambicano vai se acostumando com as infindáveis trapaças protagonizadas pelas instituições públicas e/ou de Estado e os seus respectivos agentes e funcionários. O caso mais recente de uma verdadeira burla a que se tem servido, em overdose, aos moçambicanos que é o informe da Procuradora-Geral da República, apresentado, nesta quarta-feira (22), na Assembleia da República.

Documento lançado por acadêmicas brasileiras ganhou adesões como a do filósofo alemão Habermas e da filósofa feminista norte-americana Nancy Fraser.
 
Intelectuais brasileiros e estrangeiros repudiam o afastamento da presidente Dilma Rousseff em um manifesto assinado por nomes como os filósofos alemães Jürgen Habermas, Axel Honneth e Rainer Forst, a filósofa feminista norte-americana Nancy Fraser e o filósofo canadense Charles Taylor.

No Estabelecimento Prisional de Viana, em Luanda, centenas de detidos dormem em condições sub-humanas devido à sobrelotação da cadeia.

Tagged under: 100, Human Security, Maka Angola

O que se exige não é que enfeitem o país inteiro com pedras preciosas, nem ornamentá-lo com os artifícios padronizados e tampouco fazer milagres para crianças, homens e mulheres da nossa querida pátria. Mas sim, que respeitem os direitos humanos e, sobretudo, promovam um ambiente favorável para que haja a verdadeira paz, estabilidade e desenvolvimento.

Primeiro-sargento de força de elite de Honduras diz estar '100% seguro' de que ativisa foi morta por unidades militares.

Forças policiais atacam manifestantes, em greve desde o último dia 15 de maio, contra reformas propostas por Peña Nieto.

Movimentos populares do lançam nota de repúdio ao massacre contra os professores em Oaxaca, no domingo (19).

Nos últimos 12 anos, mais de 400 indígenas foram mortos no Estado do Centro-Oeste.

União Africana começou a emitir passaportes para viajar no continente. Ideia é que se generalize até 2020.

PAMBAZUKA NEWS EDIÇÃO EM PORTUGUÊS 99: Muhammad Ali - Toda e qualquer homenagem é pouca

O parlamento moçambicano anunciou que vai formar uma comissão de inquérito para apurar os contornos das dívidas escondias pelo governo. A comissão foi pedida pelas três bancadas parlamentares.

A cidade de Nova York renomeou nesta terça-feira uma rua em volta do Madison Square Garden de "Muhammad Ali Way" após a lenda do boxe ter enfrentado uma série de lutas na icônica arena do esporte.

Tagged under: 99, AFP, Pan-Africanism

Após o ataque em San Bernardino levado a cabo por um casal de muçulmanos extremistas, as reações de Donald Trump e Muhammad Ali não podiam ter sido mais diferentes.

Isabel dos Santos é presidente do Conselho de Administração da Sonangol. Muito pródiga, a filha do presidente. Está, justamente, a caminho da presidência. Depois da Sonangol, estagiará alguns meses como ministra, e pronto: sucede ao pai na monarquia em que Angola tem vindo a ser transformada pelo clã Dos Santos.

O presidente da República José Eduardo dos Santos acaba de nomear a sua filha Isabel dos Santos como presidente do Conselho de Administração da Sonangol; em 2012, tinha nomeado o seu filho José Filomeno dos Santos como presidente do Fundo Soberano de Angola.

Pela primeira vez, desde o início do ano, a inflação não aumentou em Moçambique, “registou, face ao mês anterior, uma queda do nível geral de preços na ordem de 0,22%”. Contudo o preço da comida continua alto, mesmo o das hortícolas e dos produtos de mercearia que em Abril o Governo decidiu baixar, entre 10% a 53%, os preços de referência para a sua importação como forma de mitigar a desvalorização do metical e o aumento de preços na África do Sul.

Em 2014, crescimento havia sido de 7,5%, segundo consultoria dos EUA; mulheres detém apenas 30% da riqueza privada.

Tagged under: 99, Economics, OperaMundi | BdF

O Governo, em nome do Presidente Filipe Nyusi, foi à Assembleia da República prestar esclarecimentos antigos sobre os empréstimos contraídos pelas empresas Proindicus, MAM e EMATUM. Agora que as dívidas não são mais secretas nota-se que a estratégia do partido Frelimo é empurra-las para o futuro e não responsabilizar os culpados.

Pressão sob a Reforma da Previdência, Minha Casa Minha Vida e fim do MDA é objetivo de atos desta semana

A Turquia convocou nesta quinta-feira (2) seu embaixador na Alemanha para consultas após o Parlamento alemão reconhecer que o massacre de armênios cometido por forças otomanas em 1915 foi um genocídio.

Muhammad Ali descansou após 32 anos lutando para viver e conviver com o Mal de Parkinson. Tudo o que se disse, toda e qualquer homenagem feita para Ali é pouca. Ele sempre merece cada vez mais reverências. Continuará merecendo por toda a eternidade.

Tagged under: 99, Bruno Porpetta, Pan-Africanism

PAMBAZUKA NEWS EDIÇÃO EM PORTUGUÊS 98: A União Africana e o Pan-africanismo 53 anos depois

Tratar sobre a UA (União Africana) tem sido um grande drama para pesquisadores que se debruçam sobre os Estudos Africanos Contemporâneos. Este artigo analisa a primeira década desta renovação ou passagem da OUA (Organização da Unidade Africana) para a UA, por meio de periódicos eletrônicos que trataram sobre os aspectos mais variados do continente africano, e assim expor algumas reflexões sobre a temática.

Desde tempos imemoriais que Africa tem sido um continente em constante movimento migratório, tanto a nível cultural – em particular devido aos movimentos recolectores e pastorícios, – seja a nível comercial ou militar. Que sentido tem hoje a união das nações africanas? Qual é o sentido do Pan-africanismo hoje?

Movimentos e organizações da campanha "Não ao ProSAVANA" reiteram sua posição de rejeição após uma recente reunião de "Convergência e Resistência"  em Nampula, norte de Moçambique. Segue o seu comunicado na íntegra.

A Mozambique Asset Management (MAM), uma das empresas beneficiadas com empréstimos garantidos mas não declarados pelo Estado moçambicano, falhou na segunda-feira o pagamento da primeira prestação de 178 milhões de dólares, noticiou hoje o diário O País.

Tagged under: 98, Agência Lusa, Economics

A esperança de vida dos moçambicanos aumentou para 57,6 anos de vida, era de 45 anos em 2000 e de 54 anos em 2013, mas ainda está longe da expectativa média de vida no mundo que agora situa-se em 71,4 anos, de acordo com um relatório divulgado na semana passada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Para ministra, governo deve “matar por inanição” as políticas de inclusão de mulheres e negros.

A Renamo, maior partido da oposição em Moçambique, acusa o Governo de instruir as Forças de Defesa e Segurança (FDS) para intensificar as ofensivas militares visando chegar ao local onde se encontra Afonso Dhlakama, em Gorongosa, na província de Sofala, e exige que se crie condições para o seu líder pensar no encontro com o Presidente Filipe Nyusi, em Maputo, bem como no diálogo político ora em preparação.

José Jaime Macuane, professor universitário e comentador político, foi raptado esta segunda-feira(23) nas proximidades da sua residência, no bairro da Coop, na capital moçambicana, e baleado nas duas pernas por desconhecidos, no distrito de Marracuene, na província de Maputo, que tinham a missão de “lhe pôr coxo”. 

Bastaram algumas horas ou dias para o governo provisório dos golpistas assumirem seus postos para já mostrarem a que vieram, com a composição do ministério, os planos anunciados e as declarações públicas.
 

A filha do presidente da República, Isabel dos Santos, inclui as acções na Galp como parte dos activos que compõem a sua fortuna, estimada em 3.3 biliões de dólares pela Forbes. Estas acções, na realidade, pertencem à Sonangol. A participação de Isabel dos Santos na petrolífera portuguesa representa perto de dois terços – mais de metade – da sua fortuna, estando avaliada em 1.6 biliões de euros (1.8 biliões de dólares).

Frente Brasil Popular entende que áudios expõem contradições no discurso dos defensores do impeachment.

O Ministério do Interior confirmou ontem (26) a existência de três mortos em resultado dos confrontos de quarta-feira, em Benguela, envolvendo elementos da UNITA, incluindo deputados, que dizem ter sido atacados por apoiantes do MPLA, partido no poder.

Tagged under: 98, Human Security, Lusa

PAMBAZUKA NEWS EDIÇÃO EM PORTUGUÊS 97: Golpe parlamentar no Brasil - mobilizações e protesto populares | Demitido Governo na Guiné Bissau

A Liga Moçambicana dos Direitos Humanos (LDH) ampliou, na terça-feira (10), as vozes de indignação em relação às dívidas públicas avalizadas sigilosamente pelo Estado moçambicano, a favor das empresas EMATUM, ProIndicus e Mozambique Asset Management, e exige esclarecimentos convincentes e responsabilização civil e criminal dos mentores destes projectos com o rosto do ex-Presidente da República, Armando Guebuza.

O Presidente da República da Guiné-Bissau demitiu, esta quinta-feira, o Governo do Primeiro-ministro Carlos Correia.

Com aprovação do julgamento, presidenta ficará afastada por até 180 dias; movimentos organizam resistência à Temer

O número de vítimas da febra amarela em Angola chegou a 293, de acordo com os últimos dados divulgados pelo Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde. Especialistas defendem que o Governo deve decretar o estado de emergência de saúde pública.

Nem na Câmara nem no Senado se apresentaram provas concretas que incriminem Dilma Rousseff

É altamente provável que parte dos condicionalismos que serão impostos à Moçambique, num futuro muito breve, no âmbito dos processos de renegociação de parcerias e de atribuição de novos financiamentos ao Estado moçambicano incluam exigências relativas à uma maior abertura democrática no País.

Se o juiz Januário Domingos não ordenar a libertação dos 17 activistas, está ele próprio a cometer um crime de denegação de justiça e prisão ilegal, e deve ser sujeito a procedimento criminal por parte do Ministério Público, o garante da legalidade nos termos constitucionais.

Sedrick de Carvalho, jornalista, condenado a prisão efectiva por “delito de opinião”, gostaria de ter uma opinião independente sobre os procedimentos legais existentes para a eventual libertação de si próprio e dos seus colegas.

Nos dias 10 ou 11 de maio, o Senado vai  afastar a presidenta Dilma temporariamente do seu mandato. E, na sequência, em 48 horas ela deve se refugiar no Palácio da Alvorada ou na Granja do Torto.

Organizadas pelas Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, ações ocorrem desde às 6 h desta terça (10)

Londres escolheu 'esperança' contra o 'medo', disse o novo prefeito com histórico de defesa dos direitos humanos

Foram mortos oito soldados e três civis no destacamento militar de Monte Tchota, na ilha de Santiago.

PAMBAZUKA NEWS EDIÇÃO EM PORTUGUÊS 96: Insegurança humana em Cabo Verde | Banco Mundial suspende financiamento a Moçambique

O Banco Mundial suspendeu a aprovação de nova ajuda financeira à Moçambique enquanto aguarda por uma nova análise da sustentabilidade da dívida externa assim como da avaliação das implicações macroeconómicas dos empréstimos contraídos secretamente pelas empresas estatais Proindicus e Moçambique Asset Mangement, e avalizados pelo Estado violando a Constituição da República e a Lei Orçamental.

Raul Xavier, de 25 anos, foi dos primeiros a acorrer em socorro do seu líder, José Julino Kalupeteka, a 16 de Abril de 2015. Escondido no tecto da casa de Kalupeteka, acabou por testemunhar o massacre do Monte Sumi, sendo atingido com um tiro que lhe trespassou o tornozelo direito.

Tem sido recorrente, sobretudo pela voz de negociantes, políticos e consultores portugueses, a romantização das relações entre Angola e Portugal. No programa “Expresso da Meia-Noite”, da SIC, Vítor Ramalho, secretário-geral da União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA) e ex-deputado do Partido Socialista afirmou mesmo que a ligação entre os dois países “é uma relação de paixão em que se entrecruzam afectos”.

Estamos mergulhados numa crise. Aliás, é uma crise que não vem apenas das dívidas de EMATUM, Proindicus e quejandos. É uma crise provocada pela corrupção, nepotismo e trocar de favores que sempre abundaram neste rochedo à beira do Índico.

Tagged under: 96, @Verdade, Governance

O pão que nos roubam no peso ficou 30% mais caro, a água que não é potável para a maioria do povo subiu mais de 15%, a electricidade de má qualidade aumentou 15%, o preço da comida agravou-se em mais de 20% porém o nosso empregado decidiu que o salário do seu patrão só vai crescer entre 4% e 12,5%.

Isabel dos Santos escolheu a máxima trompeta do capitalismo americano para lançar a sua ofensiva mediática internacional, o Wall Street Journal. Recentemente, dos Estados Unidos para o mundo, a história de Isabel dos Santos foi contada nas suas próprias palavras:

Ultrapassar os resquícios provocados pela azáfama de uma das mais longas campanhas eleitorais ocorridas em Cabo Verde, para as eleições legislativas de 20 de março de 2016, não está a ser tarefa fácil para Ulisses Correia e Silva e para o séquito que o apoiou, tanto em género como em grau.

Ao usurpar-se terras, ao expulsar-se comunidades, ao contrair-se escandalosamente dividas públicas em nome de um povo não consultado, é no fundo ao corpo que se violenta, que se domina, que se tortura, que se expulsa. Para  o  controle  do  território  são  controlados  os  corpos.

No último ano do governo Lula, quando a economia global estava ainda se recuperando da primeira onda do crash financeiro de 2008, a economia brasileira cresceu 7,5%. Ao assumir o governo, Dilma instituiu uma política de controle contra o superaquecimento da economia, o que deixou satisfeita a imprensa financista, naquilo que parecia ser uma política semelhante a que Lula teve durante o início de seu primeiro mandato.

"Nove policiais da Bahia foram absolvidos da morte de 12 jovens negros". Poema denuncia injustiça na absorção de policiais que assassinaram negros na Bahia, Brasil.

Tagged under: 96, Arts & Books, Márcio André

A votação na Câmara dos Deputados do impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff neste último dia 17 de abril entrará para a história brasileira por diferentes motivos. Pela primeira vez assistimos a uma orquestração político-jurídico-midiática explicitamente golpista de tentativa de destituição de uma presidenta democraticamente eleita com mais de 54 milhões de votos por uma coligação de partidos e políticos da oposição sob a alegação de que houve crime de responsabilidade, as famosas pedaladas fiscais.

Há unanimidade no seio do povo moçambicano informado de que o pais está mal. Tanto a Frelimo bem como a Renamo  e outros partidos, incluindo a sociedade civil, estão, raramente, de acordo em relação ao caos financeiro para o qual fomos atirados. Não é para menos! As razões objectivas para sermos arrastados para esta situação ainda continuam no segredo. Ouve- se falar de que os dinheiros contratados foram usados para financiar a Proinducus, Ematum e, agora, a Base Logística de Pemba.

Tagged under: 96, Economics, Teo Nhangumele

PAMBAZUKA NEWS EDIÇÃO EM PORTUGUÊS 95: Insegurança humana em Moçambique | Angola "rende-se" ao FMI​

Desde onde parte este artigo

Um artigo de opinião sobre a situação de violência que se vive actualmente na Europa com uma perspectiva particular e intencional de querer compreender com um ponto de vista humanizador. É uma reflexão usando como base, um principio que diz “Não importa em que bando te puseram os acontecimentos, o que importa é que compreendas que tu não escolheste nenhum bando.

As sentenças aplicadas aos ativistas angolanos geraram uma onda de contestação, tanto em Angola como internacionalmente e nas redes sociais. Manifestantes concentrados em Lisboa prometem continuar protestos.

Ministro das Relações Exteriores brasileiro foi recebido esta semana pelo presidente José Eduardo dos Santos para discutir acordos.

O anterior Governo de Moçambique violou a Constituição quando avalizou a dívida contraída pela Empresa Moçambicana de Atum (EMATUM), junto de um banco suíço e outro russo. Na semana finda o Executivo de Filipe Nyusi, que até hoje não se pronunciou sobre a dívida que o seu antecessor contraiu violando a Lei Orçamental de 2013, assumiu oficialmente o prejuízo ratificando o acordo de reversão dos títulos da dívida comercial em divida soberana do Estado.

Nuno Álvaro Dala, de 31 anos, completa hoje 31 dias de greve de fome. Está somente a cinco dias de distância do recorde estabelecido pelo Luaty Beirão, e a seis dias de ter cumprido um dia de greve de fome por cada ano do ditador José Eduardo dos Santos no poder.

Passou o momento de ópera-bufa sobre a designação a atribuir à intervenção do FMI em Angola: resgate ou assistência técnica. É por demais evidente, pela mera consulta dos documentos oficiais do FMI, que se está perante uma intervenção profunda, semelhante àquela que ocorreu em Portugal há cinco anos, isto é, uma salvação à beira do precipício.

A corrida de António Guterres para chegar a secretário-geral da ONU está repleta de obstáculos.

Magistrado tinha em mãos casos de sequestros na capital moçambicana. Não é a primeira vez que morre um procurador ligado à investigação do surto de raptos.

Tagged under: 95, Breaking News, Human Security, Lusa

11,5 milhões de arquivos vazados expõe as contas offshore de líderes políticos e as relações com escândalos globais

O enfrentamento está nos gabinetes, nas periferias e nos acampamentos rurais

PAMBAZUKA NEWS EDIÇÃO EM PORTUGUÊS 94: Moçambique: As saias das alunas têm machismo pintado​

Angola, que acusou Portugal de querer impor um secretário-executivo, convidou Marcelo e Costa a visitar Luanda e considera que candidatura de Guterres à ONU "honra a comunidade lusófona"

São cartas de amor que não entram na intimidade do casal, mas entram no coração do homem. A filha chama-lhes “cartas com amor”, mais do que “cartas de amor”. Um livro para conhecer melhor o mito em que se tornou o homem Amílcar Cabral.

Não precisamos que o império nos entregue nada de presente. Nossos esforços serão legais e pacíficos, porque é nosso compromisso com a paz e a fraternidade de todos os seres humanos que vivemos neste planeta

Quando se procura cotejar as propostas contidas nos programas eleitorais de MpD e PAICV, aquelas que de facto estão disponíveis, porquanto para o MpD terá de se pesquisar os discursos eleitorais do seu líder Ulisses Correia para se conseguir encontrar as diferentes propostas, acaba-se por verificar que são em vasta medida coincidentes e não levaria a supor que ambos não se poderiam encontrar numa plataforma comum. Excepto em pequenas questões que são, do ponto de vista de uma análise crítica, os motivos da derrota do partido do Governo em detrimento da oposição.

Pages